Número total de visualizações de página

06/08/2012

inanimado

estava a reflectir sobre o que merecia respeito.
as nuvens
o sol
as brisas frescas.

(o vento não.
o vento despenteia o cabelo e a alma.)

a água
as flores
a terra.

os minutos frágeis,
gastos por existências frágeis...

as epidemias de aromas frescos
perfumados
perfume.

[ruminando a cabeça por objectos inanimados]